CalendárioPortalInícioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Assalto rende 15 milhões

Ir em baixo 
AutorMensagem
basuca
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1091
Idade : 68
Localização : Amadora
Data de inscrição : 25/02/2008

MensagemAssunto: Assalto rende 15 milhões   Qui 24 Jul 2008, 23:09

A PSP deteve quatro homens, entre os 40 e os 50 anos, suspeitos de um dos maiores roubos de ouro alguma vez realizado por civis na Europa, no valor de 15 milhões de euros, ocorrido em Abril, no Porto. Da loja de penhores Companhia União de Crédito Popular foram levados 300 quilos de ouro.

A acção policial, que se desenrolou na manhã de terça-feira, no Porto, Matosinhos, Gaia e em Vila Nova de Foz Côa, conforme ontem o CM noticiou, permitiu recuperar cerca de 53 quilos de ouro, três carros topo de gama e 200 mil euros em dinheiro, para além de gorros, uma pistola 6.35 mm e ferramentas utilizadas no assalto.
Os valores recuperados, todavia, perfazem ‘apenas’ pouco menos de um quinto do produto do assalto à Companhia União de Crédito Popular, na praça Carlos Alberto, no Porto, nas duas noites do segundo fim-de-semana de Abril .
A investigação foi iniciada logo após o assalto. A Divisão de Investigação Criminal da PSP do Porto destacou uma brigada em exclusivo para o caso, atendendo à dimensão e valores envolvidos: cerca de 15 milhões de euros.
"Foi um caso muito trabalhoso, obrigou a muitas horas de investigação, mas fomos recompensados com os resultados", disse ao CM o comissárioAfonsoSousa,que coordenou todo o trabalho. Na operação de terça-feira estive envolvida cerca de uma centena de agentes – que efectuou 14 buscas. A surpresa com que os agentes foram recebidos pelos suspeitos demonstrou que estes já se julgavam a salvo e que não desconfiavam de que a Polícia estivesse no seu encalço.
Nos últimos dois meses, o grupo comprou – com o dinheiro proveniente do roubo – três viaturas topo de gama: um BMW 530, um Audi A6 e um jipe Nissan Navara. Estes sinais exteriores de riqueza, todavia, são contraditórios com a vida algo discreta que levaram nestestrêsmeses, pois,emborafrequentandoavida nocturnado Porto,evitaram sempre dar nas vistas. Dois deles tinham cadastro por crimes semelhantes.
A vigilância discreta de que foram alvo resultou em pleno, uma vez que nunca detectaram qualquer movimentação policial e se sentiram seguros para ceder à tentação de comprar as viaturas.
Ao longo das últimas semanas, os investigadores seguiram pistas ligadas à aquisiçãoetransformação de ouro. Confirmaram indícios e recolheramprovas. O ouro recuperado estava, segundofontepolicial, "bem escondido".
Os suspeitos foram ontem presentes ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto, mas regressaram às celas da PSP e só hoje serão ouvidos por um juiz.
300 QUILOS LEVADOS EM DUAS NOITES
O assalto à Companhia União de Crédito Popular foi levado a cabo nas noites e madrugadas de 13 (sábado para domingo) e 14 (domingo para segunda) de Abril deste ano. ‘Trabalhando’ à noite e descansando durante o dia, levaram cerca de 300 quilos de peças em ouro penhoradas – tudo avaliado em 15 milhões de euros.
O assalto foi planeado com todos os cuidados : foram cortadas as linhas de telefone e desactivados os alarmes e câmaras de vigilância. Para se introduzirem no prédio, de três pisos, os gatunos aproveitaram obras em curso nas traseiras . A maior parte do ouro estava guardado no interior de um cofre central, arrombado com o auxílio de ferramentas apropriadas. O método usado para violar a caixa-forte não foi muito sofisticado, mas nem por isso deixou de evidenciar que fora perpetrado por conhecedores do ofício. Os assaltantes penetraram ainda na ourivesaria contígua, pertencente também àquela sociedade.
PORMENORES
Ouro derretido
Para além de centenas de peças em ouro, a polícia apreendeu uma barra de ouro de um quilo, avaliada em dez mil euros. Depois de derretido, é impossível apurar-se a proveniência do mesmo.
Penhores seguros
Foram centenas as pessoas que deixaram na Companhia União de Crédito Popular as jóias como penhora de empréstimos. Os valores estão cobertos pelo seguro.
Outros assaltos
Os investigadores ainda estão a apurar a intervenção de cúmplices indirectos do grupo, assim como a origem de outras peças de ouro que não foram roubadas da casa de penhores.
O maior assalto
O maior roubo de ouro de sempre aconteceu num armazém do aeroporto de Heathrow, Londres. Seis ladrões levaram 6800 barras de ouro avaliadas em 31 milhões euros ao câmbio actual. Um terço do ouro nunca foi descoberto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Assalto rende 15 milhões
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Gears Of War 3 vende quase 2 milhões de cópias... Antes de ser lançado.
» [Tutorial] Blend Effect no Illustrator
» Pack Bleach Render
» Transitex investe um milhão no terminal de Elvas
» Foram investidos EUR5,5 milhões por dia no imobiliário em 2015

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
sl300.sacafora :: Noticias Nacionais-
Ir para: