CalendárioPortalInícioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Quinta da Fonte: câmara diz que famílias podem regressar em segurança

Ir em baixo 
AutorMensagem
basuca
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 1091
Idade : 68
Localização : Amadora
Data de inscrição : 25/02/2008

MensagemAssunto: Quinta da Fonte: câmara diz que famílias podem regressar em segurança   Sab 19 Jul 2008, 17:45

O presidente da Câmara de Loures, Carlos Teixeira, anunciou esta sexta-feira ter recebido garantias do Ministério da Administração Interna (MAI) de existirem condições de segurança para o regresso das famílias de etnia cigana à Quinta da Fonte, noticia a Lusa.

Carlos Teixeira falava aos jornalistas após uma reunião que teve com os advogados da comunidade cigana que se mantém concentrada desde quinta-feira junto à Câmara Municipal de Loures.
O autarca socialista reiterou que não há alternativas habitacionais para as famílias que deixaram no sábado o bairro da Quinta da Fonte, em Loures, na sequência de confrontos com armas de fogo entre elementos das comunidades cigana e africana.
«Identificámos oito famílias que têm as casas danificadas e essas ficarão instaladas numa tenda do Exército até que as suas casas estejam arranjadas. As restantes terão de regressar às suas casas», afirmou.
Carlos Teixeira explicou que «aquilo que está em discussão são questões de segurança» e que já recebeu garantias do ministro da Administração Interna, Rui Pereira, de que estão reunidas todas as condições de segurança exigidas.
Relativamente à solução encontrada (instalação em tendas), o autarca explicou que aquilo que inicialmente foi proposto foi um subsídio mensal atribuído pela Segurança Social, que foi recusado pelos representantes das famílias.
«Os representantes das famílias ciganas escolheram que a melhor solução seriam contentores ou tendas», explicou.
«Problema levantado por uma minoria»
O presidente da Câmara disse ainda que apenas 10 por cento das famílias ciganas abandonaram o bairro, reiterando assim que se trata de «um problema levantado por uma minoria».
Carlos Teixeira referiu, também, que apenas três das famílias das 53 que estão em protesto têm a «renda em dia», que nalguns casos é de 4,50 euros mensais.
«Temos já vários pedidos de despejo no tribunal», afirmou.
No final da reunião, o autarca admitiu que ainda não sabe quando é que o problema vai ficar resolvido, mas garantiu que não vai exercer nenhuma pressão para que as famílias desmobilizem do jardim de Loures.
Sexta-feira passada à tarde, meia centena de indivíduos de dois grupos da Quinta da Fonte envolveram-se em confrontos com utilização de armas de fogo, segundo a PSP, que indicou ter detido dois indivíduos e apreendido algumas armas de fogo e munições de calibre variado.
No dia anterior, uma rixa entre dois grupos do mesmo bairro provocou nove feridos ligeiros e danos em várias viaturas.
O bairro da Quinta da Fonte, na freguesia da Apelação, concelho de Loures, foi edificado para acolher desalojados pela construção dos acessos viários à Expo 98 e tem actualmente 2.500 habitantes de várias etnias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Quinta da Fonte: câmara diz que famílias podem regressar em segurança
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Como aumentar o tamanho da fonte
» Fonte do fórum
» Modificar corda fonte ou fundo do calendário
» Mudar a Fonte do Nome de Usuário
» Itálico na fonte do fórum

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
sl300.sacafora :: Noticias Nacionais-
Ir para: